Dia do Hino Nacional Argentino: Por que é celebrado todo dia 11 de maio

Dia do Hino Nacional Argentino: Por que é celebrado todo dia 11 de maio

Tradução Guilherme Fernandes

O Hino Nacional Argentino nasceu como “Marcha patriótica”, versão que sofreu mudanças ao longo de sua história, tanto em seu título quanto em suas letras. Primeiro foi chamada de “Marcha Patriótica”, depois “Canção Patriótica Nacional” e depois “Canção Patriótica”. Uma publicação em 1847 o chamou de “Himno Nacional Argentino”, nome que mantém até hoje.

Em 11 de maio, comemora-se o Dia do Hino Nacional Argentino lembrando a data em que a Assembleia do xiII sancionou como “Hino” a marcha patriótica que teve letras de Vicente López e Aviões e música de Blas Parera.

Oid mortals o grito sagrado

liberdade, liberdade, liberdade!

oid o barulho de correntes quebradas

ved o trono para a igualdade nobre.

Já para o seu trono mais digno eles abriram

as Províncias Unidas do Sul,

e o livre do mundo responder

Para a saúde do grande povo argentino!

Coro

Que os louros sejam eternos,

que sabíamos como alcançar,

coroados com glória, vamos viver,

ou vamos jurar com glória morrer.

Primeiro acorde oficial
Foi realizada pela primeira vez na casa de Mariquita Sánchez de Thompson e foi ela quem cantou os primeiros acordes. No entanto, alguns historiadores dizem que Mariquita Sánchez não deixou nenhum escrito que mencionasse esse fato importante. Mesmo assim, outros afirmam o evento e até mesmo colocam uma data sobre ele: possivelmente, a interpretação desta Marcha Patriótica teria acontecido em 14 ou 25 de maio de 1813.

A primeira versão do Hino consistia de muitos mais versos, com uma forte intenção anti-monarquista e anti-espanhola. No entanto, com o tempo, e com a ideia de preservar uma certa aproximação política com diplomatas espanhóis, foi contratado para modificar estrofes e encurtar sua extensão, sem conotações pejorativas em outras nações.

A tradição continua a sustentar que Mariquita Sánchez interpretou essa peça simbólica.

Pianoforte de Mariquita
O pianoforte Stodar, que pertencia a Mariquita Sánchez de Thompson e com o qual o Hino Nacional Argentino foi cantado pela primeira vez, é exibido na sala “Sociedad Porteña en 1810” do Museu Histórico Nacional (MHN). Esta peça histórica está em muito bom estado e, em ocasiões especiais, tem sido usada por músicos renomados para interpretar o hino nacional.

Cinco versões do Hino
Charly Garcia

Himno Nacional Argentino – Charly Garcia – YouTube

Guauchos (Formosa)

Himno Nacional Argentino – Guauchos – 2018 – YouTube

Patricia Sosa (com linguagem de sinais)

Patricia Sosa – Himno nacional argentino (con lenguaje de señas) – YouTube

Com instrumentos nativos

Himno Nacional Argentino con instrumentos autóctonos – YouTube

Alta Fanfarra peruana do Regimento Grenadier de Cavalos

Himno Nacional Argentino – 07/05/15 – YouTube

Fonte: Dia do Hino Nacional Argentino: Por que é celebrado todo dia 11 de maio | Ministério da Cultura

Guilherme Fernandes

Guilherme Fernandes

Membro da Resistência Sulista e Dono do blog Tierra Australes. Também um ativista ferrenho pela reunificação do Uruguai e do Rio Grande do Sul como uma só pátria sob o estandarte de José Artigas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.