MANIFESTO DE UNIÃO DE INTENÇÃO COM O MOVIMENTO INTERNACIONAL EURASIANO

MANIFESTO DE UNIÃO DE INTENÇÃO COM O MOVIMENTO INTERNACIONAL EURASIANO

Os melhores intelectuais e tradicionalistas da Itália unem-se ao MOVIMENTO INTERNACIONAL EURASIANO

Tradução: Guilherme Fernandes – Dono do blog Contra o Sistema Mundial e membro da Resistência Sulista.

AS COMUNIDADES ORGÂNICAS DO DESTINO PROCLAMAM ISTO

Nós, pessoas de diferentes e numerosas realidades, reconhecendo-nos como comunidades orgânicas de destino, semelhantes em essência e vontade, decidimos manifestar publicamente nossa união de intenções com o Movimento Internacional da Eurásia, reconhecendo-nos nos objetivos e modalidades do Movimento e desejando participar ativamente da missão compartilhada.

Estamos cientes da mudança e do cumprimento dos tempos, nesta fase de transição epocal entre a Velha e a Nova Era, onde o advento da Grande Restauração nos chama a um Grande Despertar que, como um grito à noite, nos questiona sobre que novo amanhecer para dar ao mundo inteiro. Compreendemos a necessidade de um repensar radical de todos os esquemas e paradigmas da vida humana em termos de linguagem, métodos, categorias, imagens, modos de pensar e saber, bem como da própria ideia de política. Sem negar a bagagem cultural de cada um, com suas singularidades e experiências historicamente determinantes, entendemos a urgência de uma superação que nos permita construir Novos Homens e um Novo Mundo, no prolongado instante de pré-futuro que vivemos. 

Concordamos em reconhecer a urgência de uma nova política, pois a forma partidária que caracterizou nosso país e o passado não é mais válida, afirmando veementemente a necessidade de nos unirmos como uma comunidade e de reencontrar o Estado através dos valores mais puros e nobres. Que derivam da Tradição, declinada segundo uma compreensão renovada da vida e do mundo, colocando no centro a realização integral da pessoa no seio da comunidade nacional, lugar que gera e preserva o Bem Comum e a Felicidade autêntica. Rejeitamos toda corrupção e aberração de consciências, promovida pela Maçonaria de todas as ordens e graus, e buscamos uma Paz autêntica e eticamente fundada entre os povos em um novo renascimento das Artes, Ciências, Beleza e Conhecimento, em uma cultura metafisicamente refundada. 

Para fazer isso, reconhecemos a necessidade de um mundo multipolar, onde a unificação do continente da Eurásia em um estado etnocrático organizado em entidades etnoculturais autônomas, auto suficientes e livres de qualquer hipoteca de globalismo, é um objetivo geopolítico para ser perseguido para o bem dos povos. Ao mesmo tempo, promovemos uma Economia do Espírito, que coloca a busca do Bem Comum no centro e contribui para a realização da sociedade, rejeitando as aberrações das finanças internacionais tecnocráticas e seus multiformes tentáculos e afirmando a soberania da Comunidade sobre os sistemas de mercado. Sentimos a necessidade de cruzar as várias realidades operacionais do território, físicas e virtuais, em práticas de resistência e solidariedade, encontrando força e união em um novo pacto político comunitário que vai além de todas as formas do passado, com uma nova linguagem e novas estratégias de ação.

Progresso para nós é a realização do percurso pessoal de cada um dentro da comunidade, onde o tempo e o espaço são reconhecidos como construtos relativos à identidade histórica e cultural a que pertencem e não como absolutos a serem impostos aos outros. Queremos zelar pela saúde integral da pessoa, reconhecendo sua sacralidade física e espiritual fundada ontologicamente, cuja dignidade nos impulsiona a promover uma educação singular e coletiva para o Bem e a Felicidade, rejeitando qualquer contaminação ideológica e prática de violência. 

Cientes do que foi dito, abertos ao imprevisível e sonhadores do impossível, como cartógrafos curvados sobre os mapas, traçamos novos caminhos no cruzamento da pós-modernidade, confirmando a nossa união com o Movimento Internacional Eurasiático em continuidade ideal com todos os semelhantes. em todo o mundo.

De nossos escritórios, ITÁLIA, em 28 de abril de 2021

Elaborado e assinado por:

Guilherme Fernandes

Guilherme Fernandes

Um simples índio gaúcho, mateador, xivaísta, Téc Enfermagem e que luta pelo bem do seu povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *